segunda-feira, 12 de maio de 2008

Porque o acho contraditório, também...


A Júlia e o Paulo desafiam-me a escolher seis palavras que me definam, podendo postar uma imagem representativa daquilo que mais ou menos me define. Vou quebrar um bocadinho as regras, para melhor tentar fazê-lo.

Contemplativa, mas ao mesmo tempo agitada(sabem, aquela imagem das águas calmas mas, no interior muito revoltas ? ).
Comunicativa, mas não desde logo.
Persistente (os meus dizem-me teimosa):
Tímida (mas só até confiar)
Curiosa(quando algo me desperta o interesse, só não vou até ao fim se não puder)
Impulsiva (mas quando vejo que o impulso deu maus resultados, volto logo para trás)
Entusiasta mas ao mesmo tempo muito pessimista)

Passo agora o testemunho aos meus colegas de blogue, Nuno , Samuel e, se o chamado chegar ao outro lado do mar, Chris, assim como ao Mike,do blogue Desconversa.

5 comentários:

José M. Barbosa disse...

Ecuménica.

Desculpe, não fui para aqui chamado, mas apeteceu-me.

Z.

O Réprobo disse...

Querida Cristna, pelo que já conheço, está muitíssimo... reconhecível! A timidez ficou expressa na quantidade de tempo e de encorajamentos que fez escoarem-se antes de Se tornar Bloguista. E a confiança na Excelência com que nos vem brindando, desde o momento em que aceitou corresponder aos apelos.
Grato por tal e pela resposta pronta ao desafio.
Beijo
PS: encontramo-nos na casa comum do Pessimismo, da Curiosidade e da Teimosia...

cristina ribeiro disse...

José M. Barbosa, sinta-se, por favor, sempre convidado.


Paulo, pois algumas dessas coisas fazem uma Touro e um Escorpião(?) :):)
Outras características já mas conhecerá...
Obrigada eu.
Beijo

Júlia Moura Lopes disse...

Cristina, os Touros são pessoas de uma dignidade natural.tb têm fama de teimosos,mas será teimosia boa :-)

contemplatica,vê-se...
comunicativa- eu sou ao contrário, pois sou desde logo,mas é engano.
Curiosa..não sou..
Impulsiva sou demais e estatelo-me ao comprido,muitas vezes.
Entusiasta sempre--

temos pontos comuns, afinal..

beijinho e bem querer aos dois

cristina ribeiro disse...

Júlia, também já me estatelei, ficando por vezes com mossas, mas o importante é levantarmo-nos e sacudir as mossas, não é?
Tudo está bem quando acaba bem, e cá vamos vivendo e convivendo com a nossa impulsividade :)
Beijinho