sexta-feira, 11 de abril de 2008

Pedaços do Minho


"Amorsinho da minha alma
Ensina-me a tua arte,
Ensina-me a aborrecer-te
Que eu não sei senão amar-te.

Tenho os olhos tão affeitos
A fitarem-se nos teus,
Que de tanto os ter olhado
Já não sei quais são os meus.

Em te ver eu vejo a Deus,
Não sei se pecco, se não,
Vejo a Deus na minha alma,
A ti no meu coração."

(in «O Minho Pittoresco» )

4 comentários:

O Réprobo disse...

Essa de ensinar a arte do outro, logo seguida da explicitação de aborrecê-lo...
Beijo, Querida Cristina

cristina ribeiro disse...

Paulo, eu interpreto isto como um queixume, de alguém que não sente correspondido o seu tão grande amor :)
Beijo

Mike disse...

Estamos românticas hoje, portanto... (risos).

cristina ribeiro disse...

Risonho Mike, saiba Vossa Senhoria que eu me considero irremediavelmen te romântica...; nada a fazer, pois :)