segunda-feira, 28 de abril de 2008

O "meu" Paul (2)


Eu sei, eu sei que já falei nele; mas foi tão, mas tão, importante para mim, e as alegrias que lá vivi permanecem tão actuais na memória, que, quando há pouco passei lá "prometi-lhe" voltar a falar nele e mostrá-lo na sua decadência...

4 comentários:

O Réprobo disse...

A queda dele decerto nada trará da alegria do de Berlim.
Beijinho, Querida Cristina

cristina ribeiro disse...

Isto fica entre nós,Paulo, mas esta insistência mais não é do que uma tentativa de chamar a atenção dos responsáveis para que o não deixem cair,pois ao contrário do muro de Berlim, o Paul é muito querido pelas sucessivas gerações de, na altura crianças, que lá brincaram.
Beijo

Júlia Moura Lopes disse...

não se iluda, Cristina...


aconteceu-me um desgosto tão grande com um coretto na Régua e o seu jardim...

cristina ribeiro disse...

Eu sei Júlia, infelizmente eu sei.Por isso é que lá fui fazer algumas fotografias "para memória futura"...