domingo, 27 de abril de 2008

Fins-de Semana

"Caro Fabrizio, estou a escrever-te num estado de extrema prostração. Lê as terríveis notícias que vêm no jornal. Os Piemonteses desembarcaram. Estamos todos perdidos. Esta mesma noite, eu e a família toda vamos refugiar-nos nos barcos ingleses. Decerto quererás fazer o mesmo."
(«O Leopardo», de Giusepe Tomasi di Lampedusa)

Sentada no sofá, muitas foram as vezes em que os olhos paravam neste título, na lombada de um livro fininho, há muito tempo na estante, sem vontade de o abrir, com receio de me decepcionar, tanto gosto do filme protagonizado por Burt Lancaster.
O normal é o contrário: decepção com a adaptação cinematográfica da obra literária; mas este filme de Visconti está num pedestal tão alto...; acontecera uma coisa assim com «Despojos do Dia», em que tive medo de o livro não ser digno das interpretações de Anthony Hopkins e Emma Thompson...
Até que ontem o livrinho venceu esses receios, e já vou a meio, sem que tivesse ainda vontade de o pôr de lado.

9 comentários:

Mike disse...

Isso é que foi uma pontaria, Cristina... o livro e o filme dignos um do outro...

cristina ribeiro disse...

Enchem-me as medidas, Mike...
Para mim, Lancaster nunca esteve tão bem, e gosto de o ver noutros filmes; e o Lampedusa não me está a deixar ficar nada mal :)

O Réprobo disse...

O filme é fantástico, Cristina, lembra-Se do grande texto do Je Maintiandrai?
Há vários casos em que a adaptação é melhor do que a obra, o «Brideshead Revisited, claro», mas também «O Terceiro Homem», «A Idade da Inocência»...
Torço para que continue a não desmerecer. O filme e a atenção dos Seus Olhos.
Beijo

av disse...

Acrescento a esses dois (que também são filmes da minha paixão) "O nome da Rosa" do Umberto Ecco, outro filme que ultrapassa o livro. Estava a lê-lo quando fui ver o filme e, confesso, já nem tive paciência para acabá-lo. Achei que era impossível ser melhor do que o filme.
Vou levar este texto para o Cata-Ventos, espero que não se importe.
Um beijinho

cristina ribeiro disse...

Como não lembro, Paulo, esse texto do caro «Je Maintiendrai»? Mas como ainda não li o livro...Já quanto ao«Idade da Inocência», concordo plenamente com o Paulo: a Michelle Pfeiffer estava divina.
Beijo

cristina ribeiro disse...

Sim, e há mais, como lembra o Paulo.
Importar-me, Ana? É uma honra!
Beijinho

cristina ribeiro disse...

P.S.Paulo, quando digo que não li o livro, refiro-me ao «Brideshead Revisited», mas prevejo a dificuldade de acompanhar a qualidade da série...

Luísa disse...

Vou tomando nota das suas leituras, querida Cristina, porque já percebi que partilho muitos dos seus gostos. «O Leopardo» é dos tais a que nunca, também, me abalancei, apesar de estar perfeitamente familiarizada com a respectiva capa. Aguardo a sua opinião final. :-)

Teresa Ribeiro (CF) disse...

Despistada como sou, só agora me apercebi de que a Cristina tem um blog. Seja muito bem-vinda à blogocoisa :) Bjs