quarta-feira, 11 de junho de 2008

Já sei o que quero ser quando for grande...


Depois de alertado por um amigo, decidi que quero ter a profissão de intelectual. Pois bem, será que dá dinheiro? Ou que impressiona as miúdas? Será que existe alguma ordem dos intelectuais? E como é que se faz para ter tal profissão? Não sei, mas pelo menos no Partido Comunista parece que é uma profissão em destaque entre os membros do Comité Central...

5 comentários:

Luísa disse...

Caro Samuel, impressionar, impressiona. Miúdas, não sei… Penso que talvez lhe falte uma nota concreta, que permita inferir dados mais específicos sobre aquilo com que se enchem as barrigas. Mas num quadro romântico e desprendido de esquerda, cai muito bem. :-)

Pedro Fontela disse...

Samuel,

Por não se concordar com o intelectual x não é preciso denegrir toda a "classe" (isso só seria bem visto se fossem farsantes). Aliás é precisamente pela demagogia barata de populistas que demonizam a actividade intelectual acabamos sistematicamente governados por mentecaptos - e nisto nem vale a pena tentar sacudir a água do capote porque se há sector que mais gosta de inutilizar o concetio de perito ou pensador é a tal direita "liberal".

Nuno Castelo-Branco disse...

Depende do sítio onde vivas. Para o ser, às vezes basta saber ler...

Anônimo disse...

Na minha faculdade era a mesma coisa é só festas e rgas. E a minha filha diz que está tudo na mesma!
Isabel Moreira

Nuno Castelo-Branco disse...

Fui dar uma vista de olhos à tal lista. ao lado de metalúrgico, surgem intelectuais. Não sabia que isso é profissão. Sou mesmo burro.