segunda-feira, 3 de março de 2008

Lisboa Arruinada (4)

Característico exemplar de prédio residencial do final do séc. XIX/início do XX, em Lisboa, Rua Luciano Cordeiro. emparedado, aguarda tristemente a sua demolição, decerto para ser substituído por outro mamarracho como aqueles que abundam nesta zona (Duque de Loulé).
Lisboa é sem dúvida e a par de Bucareste, a capital europeia (?) com a mais incompetente, debochada e desapiedada Câmara Municipal, cuja responsabilidade pelo desastre, já remonta a meados dos anos sessenta. Não tendo sofrido qualquer bombardeamento durante a II Guerra Mundial, os efeitos da cupidez, corrupção e mau gosto, são amplamente visíveis em todo o lado. Uma vergonha nacional.

3 comentários:

Luísa disse...

As suas fotografias são tão expressivas, quanto desoladoras, Nuno. E o breve enquadramento histórico que faz desses prédios ainda mais acirra o sentimento de revolta pelo abandono a que foram e estão votados. Além de que choca a abundância de exemplos numa zona tão central e movimentada da nossa cidade.
P.S.: Felicito-o, duplamente, pela iniciativa e pelo «sacrifício» que a mesma não pode deixar de representar para um esteta. :-)

Anônimo disse...

Que vergonha para Portugal. Como diz, devia ser criado um gabinete com poderes absolutos para acabar com isto. Podia ser da responsabilidade do arq. Ribeiro Telles. E já começo a convercer-me da inevitabilidade de mudar tudo. Que venha uma monarquia à espanhola. tudo serve, desde que acabemos de vez com isto.
Pedro Matias
Lisboa

Anônimo disse...

A dor que me vai na Alma, por ver todas estas situa�es aberrantes, � tanta que me esqueci de dar os parab�ns ao Dr. Nuno Castelo-Branco pelo trabalho que tem em denunciar todas estas situa�es.
Assim sendo, aqui lhe envia as suas cordiais sauda�es um �Lisboeta� exilado por terras do Alto Douro�